Apresentação

A centralidade das imagens na construção do conhecimento e da formação das subjetividades tem sido assegurada por inúmeros autores, na continuidade dos estudos que apontam a dimensão cultural como central para o entendimento das sociedades contemporâneas. No contexto atual as imagens têm participado dos mais distintos universos culturais, educando e nos constituindo como sujeitos (individuais e coletivos). A importância adquirida pelas imagens, sejam elas analógicas e/ou digitais, pode ser entendida como parte de uma produção industrial da cultura mais generalizada, autorizando-nos a dizer que há uma educação do olhar em curso, ou seja, a construção do olhar é mediada pelos objetos culturais.
Isso coloca noção de realidade de outras maneiras, questionando, sobretudo, os amparos na visualidade, a lógica da representação e a concepção de essência. Nos tempos atuais, as imagens não mais aparecem apenas como partícipes da criatividade e eficiência das ações didáticas, mas também, sobretudo, tendo em si mesmas uma dimensão pedagógica, uma potência subjetivadora e de pensamento. Daí a importância de se investigar como as imagens nos educam, construindo à sua maneira o real.
Para a educação geográfica atual, constituída também por uma dimensão pedagógica calcada nas experiências espaciais e visuais cotidianas, é de fundamental importância tomar as imagens tradicionalmente consideradas como geográficas (mapas, fotografia aéreas, imagens orbitais) e aquelas menos comuns (desenhos, fotografias, pintura, cinema, televisão) como potencialmente fundadoras de outras geografias. No campo da ciência geográfica, vertentes como a Geografia Cultural e a Geografia Humanística tomaram as imagens (em sua relação multiescalar com o mundo e o lugar) como de interesse geográfico. Podemos dizer que as imagens são parte cada vez mais intensa da multiplicidade que compõe o espaço atual. A presença das imagens é de grande importância no modo como pensamos e agimos na realidade, no espaço geográfico. Estas imagens podem ser tomadas tanto como parte das práticas discursivas – signos de uma linguagem -, quanto como objetos do mundo – obras da/na cultura.
O III Colóquio Internacional “A Educação pelas Imagens e suas Geografias” é um evento promovido pela Rede de Pesquisa “Imagens, Geografias e Educação” e visa ampliar a discussão sobre os aportes teóricos, artísticos e filosóficos, bem como a produção e experimentação em processos de criação/produção de imagens que falem da espacialidade contemporânea e a disseminação da produção, colaborando com o fortalecimento da área de pesquisa. Para tanto incluirá a realização de conferências e mesas redondas, com a participação de convidados nacionais e estrangeiros, que debaterão tanto a produção do conhecimento em imagens que atuam na educação visual do espaço contemporâneo quanto as formas e o poder da circulação do conhecimento, a realização de oficinas de experimentação e produção/criação de imagens e publicações.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s